Segundo o Catecismo Católico, foi a Igreja mesma que formulou a doutrina do purgatório no Concílio de Florença (1439) e de Trento (1549-1563). Ela não existia na Igreja Primitiva. O historiador Jacques Le Goff diz que trata do além inventado pela Igreja para “a remissão de certos pecados, após a morte, iniciado com as orações pelos mortos e atos a favor dos defuntos”. Se já somos purificados pelo sangue de Jesus de todo pecado, de que serve essa doutrina? (1 João 1:7)

A Bíblia responde que não existe mais condenação para aqueles que estão em Cristo Jesus (Romanos 8:1).

Artigos Relacionados

1 Coríntios 16:2 é um texto-prova para a observância do domingo? 1 Coríntios 16:2 é um texto-prova para a observância do domingo?
Quanto à coleta para os santos, fazei vós também como ordenei às igrejas da Galácia. No primeiro dia da semana, cada um de vós ponha de parte...
Igreja do Deus Todo-Poderoso ou “Relâmpago do Oriente”: Que Seita É Essa? Igreja do Deus Todo-Poderoso ou “Relâmpago do Oriente”: Que Seita É Essa?
O “Relâmpago Oriental” (também conhecido como A Congregação, Igreja do Deus Todo-Poderoso, Seita dos Sete Espíritos, Igreja do Senhor do Novo...
Evidências da Observância do Sábado no Cristianismo Primitivo Evidências da Observância do Sábado no Cristianismo Primitivo
Tanto o Novo Testamento quanto a literatura cristã primitiva contêm indicações implícitas e explícitas da existência da guarda do Sábado. Uma...
Os Primeiros Cristãos Praticaram o Batismo de Bebês? Os Primeiros Cristãos Praticaram o Batismo de Bebês?
O Novo Testamento sempre apresenta a fé em Jesus Cristo e o arrependimento de pecados como condições necessárias para a ordenança do batismo. Al...

Envie suas perguntas