Segundo o Catecismo Católico, foi a Igreja mesma que formulou a doutrina do purgatório no Concílio de Florença (1439) e de Trento (1549-1563). Ela não existia na Igreja Primitiva. O historiador Jacques Le Goff diz que trata do além inventado pela Igreja para “a remissão de certos pecados, após a morte, iniciado com as orações pelos mortos e atos a favor dos defuntos”. Se já somos purificados pelo sangue de Jesus de todo pecado, de que serve essa doutrina? (1 João 1:7)

A Bíblia responde que não existe mais condenação para aqueles que estão em Cristo Jesus (Romanos 8:1).

Artigos Relacionados

Os cristãos devem celebrar o dia de Corpus Christi? Os cristãos devem celebrar o dia de Corpus Christi?
Todos os anos, muitas pessoas celebram o dia de "Corpus Christi". O título da solenidade vem do latim e significa “Corpo de Cristo”. É...
Jesus é um plágio de Apolônio de Tiana? Jesus é um plágio de Apolônio de Tiana?
Estava lendo “Como Jesus se Tornou Deus” (LeYa, 2014), do historiador agnóstico Bart Ehrman. Ex-cristão e conhecido por outras obras críticas...
A Bíblia Ensina a Reencarnação? A Bíblia Ensina a Reencarnação?
O American Heritage Dictionary afirma que a reencarnação é o “renascimento da alma em outro corpo”. Por muitos anos, a crença na reencarnaçã...
Os Primeiros Cristãos Acreditavam em Reencarnação? Os Primeiros Cristãos Acreditavam em Reencarnação?
A reencarnação é a antiga crença oriental segundo a qual uma porção de nosso ser (a consciência, alma ou espírito) prossegue em existência ap...

Graça Maior - Édino Melo, . Disponível em: https://mail.gracamaior.com.br/estudos/ibsd-x-catolica/123-respostas-biblicas-para-o-catolicismo/crencas-catolicas/699-purgatorio.html. Acesso em 21 Setembro 2018.