Esta doutrina, de Pio IX, 1870, diz que o papa não falha (Mateus 10:18; Eclesiastes 7:20 1 Reis 8:46). Porque o próprio papa a teria criado? Neste caso não necessitamos mais de Deus. Temos um na terra! Como um papa infalível, Eugênio IV (1431-1447), teria condenado Joana D’Arc (1412-1431) a ser queimada como bruxa, e Benedito XV, poderia tê-la declarado santa em 1920? Só Deus é infalível (Tiago 1:17).

Os crimes dos Papas

  1. A Inquisição matou em todo o mundo vinte e cinco milhões de pessoas. Em 1208 exterminaram os cristãos Albigenes, no Sul da França. O padre Dominicano espanhol Tomás de Torquemada foi quem comandou, por, oito anos, a morte de 10.200 cristãos não católicos, que incluíam intelectuais e maçons. Foram queimados vivos, Foi horrível! O bispo Hooper, foi sacrificado com pouco fogo e gritava!
  2. Só na Espanha, 31.912 cristãos, além de livres pensadores foram mortos pelos papas. 291,450 foram martirizados e 2 milhões foram banidos. A Espanha, que era nação poderosa, tomou-se, pois, sem expressão. De 1500 a 1558, Carlos V exterminou, a mando do papa em exercício, 50 mil cristãos.
  3. De 1572 a 1585, o Papa Pio V, organizou o extermínio de 100 mil anabatista. Esse mesmo papa com, os jesuítas, insuflou as igrejas a. exterminar mais de 70 mil protestantes na noite de 24 de agosto 1572, na França. Essa façanha foi tão maravilhosa aos olhos desta besta humana, o papa Pio V, que cunhou moedas comemorativas ao massacre, Em 1590 o Vaticano incentivou as igrejas e eliminarem 200 mil Huguenotes.
  4. O monarca alemão, Fernando II, no ano de 1578, instigado pelos padres jesuítas, começou uma guerra de extermínio contra os protestantes. Essa guerra religiosa terminou em guerra política e tirou a vida de 15 milhões de pessoa, nos anos de 1618 a 1648. Na 2a Guerra (1939 a 1945), o Vaticano envolveu-se escandalosamente. A imprensa mostrou o clero abençoando as tropas e armamentos italianos que partiram para matar os negros da Etiópia.

É ao Papa que chamam de infalível? Mas, o Papa pediu perdão. Ora, por que usar o papa-móvel, então? Acaso, quem é infalível, precisa ser perdoado?

Artigos Relacionados

Homem deificado ou Deus que se fez homem? A antiguidade da crença na divindade de Jesus Homem deificado ou Deus que se fez homem? A antiguidade da crença na divindade de Jesus
“Nessa reunião - prosseguiu Teabing -, foram discutidos e votados muitos aspectos do cristianismo: a data da Páscoa, o papel dos bispos, a...
Sobre a foto e as bênçãos do Papa
Muitos têm o retrato do papa para benzer suas casas. Pense: O papa conhece você, sabe seu nome, onde mora? Não se pode se atribuir todos esses...
Sobre a Inquisição
A Inquisição foi o período em que a Igreja perseguiu os hereges. No seu “Livro das Sentenças da Inquisição” (Liber Sententiarum...
Sobre a perseguição da Igreja Católica aos que defendia ser a Bíblia o único fundamento da fé
Thomas à Kempis, respeitado pelos católicos e autor de A Imitação de Cristo, diz: “deve-se buscar a verdade na Escritura Sagrada”. Veja...

Graça Maior - Édino Melo, . Disponível em: https://gracamaior.com.br/estudos/ibsd-x-catolica/121-respostas-biblicas-para-o-catolicismo/papa/682-infalibilidade-papal.html. Acesso em 17 Novembro 2017.