Conceder a Maria a função de mediadora implicaria conferir-lhe atributos que pertencem somente a Deus. Analise bem: Como ela atenderia a todos ao mesmo tempo, já que ela não é onipresente nem onisciente (atributos de Deus: onipresente capaz de estar em todos os lugares ao mesmo tempo; onisciente aquele que sabe todas as coisas)? Nem os anjos, nem Satanás têm tais atributos, quanto mais uma mulher na condição de serva, mesmo sendo Maria! Colocá-la nesta posição é igualá-la a Deus.

 

Por acaso, Maria teria acesso aos vivos para rogar a Deus por eles? Tal crença envolveria a mediunidade. Isto é impossível à luz da Bíblia (1 Samuel 12:22-23)!

A Bíblia responde que Jesus é o único mediador entre Deus e os homens (1 Timóteo 2:5). Maria nem mesmo ressuscitou. Ela ainda aguarda este dia como todos aqueles que morreram em Cristo (1 Tessalonicenses 4:13-18)

Graça Maior - Édino Melo, . Disponível em: https://gracamaior.com.br/estudos/ibsd-x-catolica/118-respostas-biblicas-para-o-catolicismo/maria-e-a-biblia/631-mediadora.html. Acesso em 23 Julho 2017.