A Bíblia responde que Maria foi tratada por Jesus como uma mulher normal e não como a mãe da Igreja. Jesus chamou-a de mulher (João 2:4) como fez com a samaritana (João 4:21) e com a cananéia (Mateus 15:28). A Bíblia de Jerusalém, católica, diz que a frase: “Mulher, que tenho eu contigo?”,  dirigida por Jesus a Maria nas bodas de Caná, foi dita “para mostrar que não desejava relacionamento algum com ela” naquela hora, e não para atender uma mediação. Por que ela tem tal honra e João Batista não, se ele foi, para Jesus, o maior entre os nascidos de mulher? (Mateus 11:11)

Artigos Relacionados

Evidências da Observância do Sábado no Cristianismo Primitivo Evidências da Observância do Sábado no Cristianismo Primitivo
Tanto o Novo Testamento quanto a literatura cristã primitiva contêm indicações implícitas e explícitas da existência da guarda do Sábado. Uma...
Os Primeiros Cristãos Praticaram o Batismo de Bebês? Os Primeiros Cristãos Praticaram o Batismo de Bebês?
O Novo Testamento sempre apresenta a fé em Jesus Cristo e o arrependimento de pecados como condições necessárias para a ordenança do batismo. Al...
Quando, Onde e Por Que a Guarda do Domingo Começou? Quando, Onde e Por Que a Guarda do Domingo Começou?
PERGUNTA De acordo com sua investigação, quando, onde e por que o culto no Domingo se originou? RESPOSTA É difícil identificar a origem de...
O Decreto de Nazaré: Uma Evidência Histórica para a Ressurreição de Jesus? O Decreto de Nazaré: Uma Evidência Histórica para a Ressurreição de Jesus?
No ano de 1878 descobriu-se na cidade de Nazaré, em Israel, uma placa de mármore branco, contendo um decreto do imperador romano Cláudio, o qual...