Allan Kardec parece ter sido muito confuso! Num instante ele ataca os Evangelhos de Mateus, Marcos Lucas e João, dizendo que "eles provavelmente tenham se enganado quanto ao sentido das palavras do Senhor, ou dado interpretação falsa aos seus pensamentos..." (A Gênese, p.386). Em outro momento ele cita os Evangelhos, como fonte de autoridade espiritual. Na verdade, ele recorre diversas vezes ao livro de Mateus quando escreve O Evangelho Segundo o Espiritismo. Está claro que ele mesmo estava precisando de ajuda. Como levar a sério alguém tão confuso? Quem confiaria em escritos tão incoerentes?

A Bíblia responde:

Jesus, porém, respondendo, disse-lhes: Errais, não conhecendo as Escrituras, nem o poder de Deus.   Mateus 22:29

Artigos Relacionados

Allan Kardec foi um falso profeta?
Norman Geisler mostra que existem muitos testes para provar um falso profeta. Vários deles estão listados na passagem Bíblica em questão....
O que os Primeiros Cristãos Ensinaram sobre a Ceia do Senhor? O que os Primeiros Cristãos Ensinaram sobre a Ceia do Senhor?
Esse artigo pretende responder a uma pergunta importante do ponto de vista histórico. No entanto, deve ser declarado desde o início que as...
Evidências da Observância do Sábado no Cristianismo Primitivo Evidências da Observância do Sábado no Cristianismo Primitivo
Tanto o Novo Testamento quanto a literatura cristã primitiva contêm indicações implícitas e explícitas da existência da guarda do Sábado. Uma...
Os Primeiros Cristãos Praticaram o Batismo de Bebês? Os Primeiros Cristãos Praticaram o Batismo de Bebês?
O Novo Testamento sempre apresenta a fé em Jesus Cristo e o arrependimento de pecados como condições necessárias para a ordenança do batismo. Al...

Envie suas perguntas