O arrependimento dos pecados também é um dom de Deus. O pecador movido pelo sentimento não só da condenação, mas também da impureza e da odiosidade do pecado que contraria a natureza e justa lei de Deus, de tal maneira sente e aborrece os seus pecados que, deixando-os, se volta para Ele, procurando obedece-lo em todos os seus mandamentos. Ainda que não devamos confiar no arrependimento como sendo, de algum modo uma satisfação pelo pecado, ou em qualquer sentido a causa do perdão, que é um ato de livre graça de Deus em Cristo. Ele é de tal modo necessário aos pecadores que sem ele ninguém poderá ser perdoado. I João 1:9; I João 5:1-4; Provérbios 28:13; Atos 2:38; Salmos 51:1-14; Atos 17:30; Lucas 13:3-6; Tito 3:5; II Coríntios 7:10.

Artigos Relacionados

A História Da Nossa Salvação

"No princípio criou Deus os Céus e a terra” e o homem para habitá-la. Saído das mãos de Deus, o

O dom da fé, pela qual todos os eleitos são habilitados a crer para a salvação das almas, é a obra

O dom da graça de Deus é a manifestação do seu livre amor e representa um imerecido favor concedido

Jesus: O Centro das Promessas do Antigo Testamento

Jesus Cristo é o cumprimento das promessas e profecias do Antigo Testamento. Ele é a semente