A primeira parte de Isaías 40:22 diz: “É ele [isto é, Deus] quem se assenta acima do círculo da Terra”. Alguns argumentaram a partir disto que as Escrituras ensinam que a Terra é um disco plano, ao invés de um globo. No entanto, mesmo se o hebraico original for corretamente entendido como se referindo a um círculo, isso não indica necessariamente algo plano; uma esfera aparece como um círculo quando vista de cima - e certamente de qualquer direção que seja vista. Além disso, há boas razões para acreditar que a palavra traduzida como ‘círculo’ poderia ser melhor traduzida por ‘esfera’.

A palavra hebraica em questão é khûg (חוּג), que também é encontrada em Provérbios 8:27 onde, em muitas versões bíblicas, é traduzida como ‘abóbada’. Por exemplo, a New American Standard Bible diz: “As nuvens são um esconderijo para Ele, de forma que Ele não pode ver; e Ele anda sobre a abóbada do céu”. Claramente, a ‘abóbada’ carrega o sentido de algo tridimensional e é dada como o significado principal de khûg no famoso Brown-Driver-Briggs Hebrew and English Lexicon.[1] No hebraico moderno, uma esfera é denotada por khûg, junto com kaddur, galgal e mazzal.[2] Em árabe (outra língua semítica), kura significa bola e é a palavra usada na Van Dyck-Boustani Arabic Bible (1865) para traduzir o khûg em Isaías 40:22.

Um caso também pode ser feito a partir dos termos europeus modernos que denotam esfericidade. Os filólogos descobriram uma série de palavras indo-europeias que parecem estar relacionadas com palavras semíticas, sendo de origem compartilhada ou tendo sido emprestadas no passado distante.[3] Embora não haja nenhuma evidência específica que confirme uma ligação no caso da palavra hebraica khûg, pode ser significativo que, nas línguas indo-europeias, existam palavras de som semelhante que se referem definitivamente a um objeto esférico, sendo os exemplos kugel (Alto-Alemão Médio), kula (Polonês), kugla (Servo-Croata) e gugā (sua raiz proto-indo-europeia).[4][5][6]

Artigos Relacionados

Porque Creio em Deus Porque Creio em Deus
"Diz o néscio no seu coração: Não há Deus. Corromperam-se e cometeram abominável iniqüidade; não há...
A Verdade Sobre a Criação A Verdade Sobre a Criação
Estas são as origens dos céus e da terra, quando foram criados: no dia em que o Senhor Deus fez a...
Isaías 7:14 realmente é uma profecia messiânica? Isaías 7:14 realmente é uma profecia messiânica?
Portanto o mesmo Senhor vos dará um sinal: Eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho, e...
Os Valdenses e a Guarda do Sábado Os Valdenses e a Guarda do Sábado
Os primeiros Valdenses foram membros de um movimento de reforma na Europa, especificamente nas...

Várias Bíblias latinas do século XVI indicam que os eruditos medievais entenderam khûg em Isaías 40:22 como referindo-se à esfericidade da terra. Por exemplo, Santes Pagnino traduziu como sphaera, e Benedictus Arias Montanus e François Vatable como globus. A Bíblia de Giovanni Diodati do século XVII também usava globus e o hebraísta holandês Campeius Vitringa, do século XVIII, usava orbis.[7] Mais recentemente, a Bíblia de Jerusalém em Espanhol utilizava orb e a  Italian Riveduta Bible globo.

Conclusão

Embora a maioria das versões bíblicas modernas traduzam khûg como ‘círculo’, um bom caso pode ser feito de que ‘esfera’ era o sentido pretendido pelo hebraico original. Historicamente, os estudiosos frequentemente adotaram essa visão, preferindo as palavras latinas sphaera, globus e orbis. A recente preferência por ‘círculo’ pode ter surgido a partir da crença de que as pessoas que viviam no tempo de Isaías eram muito primitivas para perceber a verdadeira natureza da Terra. Isso parece improvável porém, como Jó 26:7 provavelmente escrito vários séculos antes, afirma que Deus “suspende a Terra sobre o nada”, indicando que os antigos hebreus tinham uma compreensão bastante sofisticada da Cosmologia.

Todos estão de acordo em que khûg carrega o senso de redondeza, e o uso comum deixa claro que isso pode se referir a uma geometria de duas ou três dimensões. Portanto, não se pode argumentar que Isaías 40:22 ensina claramente que a Terra é um disco. Além disso, mesmo se khûg se refere a um círculo aqui, isso não indica necessariamente a planicidade, uma vez que que um globo aparece como um círculo de qualquer direção que seja visto.

Referências

  1. Brown, F. et al., Brown-Driver-Briggs Hebrew and English Lexicon: With an Appendix Containing the Biblical Aramaic, Hendrikson Publishers, USA, p. 295, reimpresso em Janeiro de 1999 a partir da edição de 1906; biblehub.com/hebrew/2329.htm.
  2. Ben-Yehuda, E. and Ben-Yehuda, D., Hebrew Dictionary, Pocket Books (Simon & Schuster), USA, p. 252, 1961.
  3. Levin, S., Semitic and Indo-European: The Principal Etymologies, vol. 1, John Benjamins, USA, 1995.
  4. Buck, C.D., A Dictionary of Selected Synonyms in the Principal Indo-European Languages, University of Chicago Press, Chicago, pp. 907–8, 1949.
  5. López-Menchero, F., Proto-Indo-European Etymological Dictionary, indo-european.info/indo-european-lexicon.pdf, 2012.
  6. Proto-Indo-European Etymological Dictionary, Asociación Cultural Dnghu; dnghu.org.
  7. John Gill’s Exposition of the Bible, nota de rodapé de Isaías 40:22; biblestudytools.com.

Traduzido por Fabricio Luís Lovato, a partir de http://creation.com/isaiah-40-22-circle-sphere .

Artigos Relacionados

Israel se estabelece em Canaã
  E SUCEDEU, depois da morte de Josué, que os filhos de Israel perguntaram ao SENHOR,...
Primeira opressão, terça-feira
  Não farás para ti imagem de escultura, nem alguma semelhança do que h&...
Quem é o ‘Príncipe da Paz’ de Isaías 9: Jesus ou Ezequias? Uma Resposta ao Judaísmo Quem é o ‘Príncipe da Paz’ de Isaías 9: Jesus ou Ezequias? Uma Resposta ao Judaísmo
O livro de Isaías contém uma profecia sobre uma impressionante criança em seu capítulo 9:...
“Pilares da Terra” – A Bíblia ensina uma Cosmologia mitológica? “Pilares da Terra” – A Bíblia ensina uma Cosmologia mitológica?
Os céticos/deístas/ateístas muitas vezes levantam a questão da Terra sendo colocada sobre pilares em...

Envie suas perguntas