Paulo era um devoto à tradição dos antigos como muitos católicos que guardam com sinceridade a tradição dos parentes, seguindo novenas, procissão, o batismo e crisma. Paulo também era pagador de votos (promessas) e desde a infância guardava os mandamentos. Mas, ele diz em Atos dos Apóstolos 22 e 23 que estas práticas de nada valeram para salvá-lo. Foi preciso encontrar-se com o Salvador.

A Bíblia responde:

“Pela lei ninguém será justificado diante de Deus.” - Gálatas 3:10-11
“Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. Não de obras, para que ninguém se glorie.” - Efésios 2:8-9
“Eu não me envergonho do Evangelho, pois ele é a força salvadora de Deus para todo aquele que crê” - Romanos 1:16-CNBB

 Somos salvos para praticar boas obras, mas não fomos salvos porque praticamos boas obras. Só Jesus salva.

Graça Maior - Édino Melo, . Disponível em: http://gracamaior.com.br/estudos/ibsd-x-catolica/122-respostas-biblicas-para-o-catolicismo/salvacao/685-salvacao-pelos-mandamentos-e-tradicao.html. Acesso em 26 Maio 2017.