Para alguns, Ulbarico, bispo de Algsburgo, foi o primeiro santo canonizado em 933 d.C.; já para outros foi Leão III, em 804. A prática de divinizar pessoas decorre das mitologias grega e romana, da chamada Apoteose. Deuses menores, humanos, eram escolhidos como mediadores. Cremos que Jesus é o único mediador entre Deus e os homens (1 Timóteo 2:5).

Compare os santos e as divindades:

  DIVINDADES E MITOS SANTOS CATÓLICOS
1 Deusa Ishtar - com uma criança, era conhecida por Santa Virgem Astarote, a rainha do céu. Santa Maria, mãe de Deus, virgem santíssima, medianeira e a rainha dos céus.
2 Castor e Pólux (gêmeos) Cosme e Damião
3 Hímen - presidia ao casamento Santo Antônio - casamenteiro
4 Mercúrio São Paulo dos Apóstolos
5 Júpiter (Atos dos Apóstolos 10:25-26; 14.7-8) São Pedro

A Bíblia responde que a palavra santo (qãdhôsh) no Antigo Testamento e hagios no Novo testamento significa separado. Por conseguinte, todos que estão em Cristo são santos (Romanos 16:2; 1 Coríntios 1:2; 1 Coríntios 6:1-2; Efésios 3:8; Filipenses 4:21).

Graça Maior - Édino Melo, . Disponível em: http://gracamaior.com.br/estudos/ibsd-x-catolica/119-respostas-biblicas-para-o-catolicismo/santos-e-padroeiros/639-origem.html. Acesso em 29 Maio 2017.