Apesar de a teologia católica tentar traçar uma linha entre a adoração que se dá a Deus e a que se oferece a Maria, John Ankerberg e John Weldon, explicam que na prática elas não se podem distinguir. Os termos específicos usados são: Latria - adoração que se dá somente a Deus; dulia -veneração que se oferece aos santos; e hyperdulia - veneração especial que se dá a Maria.

 A Bíblia responde que o próprio Satanás pediu para Jesus prostrar-se diante dele, pois entendia que, em si, este ato consistia em adoração. Mostrando os reinos da terra, disse ele a Jesus: “Eu te darei tudo isso, se caíres de joelhos para me adorares” (Mateus 4:9; CNBB). É bom lembrar que ele se tornou demônio por que queria tirar a glória devida somente ao nosso Deus (Isaías 14:13-14).

Graça Maior - Édino Melo, . Disponível em: http://gracamaior.com.br/estudos/ibsd-x-catolica/118-respostas-biblicas-para-o-catolicismo/maria-e-a-biblia/626-veneracao-de-maria.html. Acesso em 29 Maio 2017.