A história mostra que em 1546 a Igreja Católica colocou a tradição eclesiástica em pé de igualdade com as Escrituras. Por diversos fatores, dificultou-se a livre leitura da Bíblia. Muitos ficaram sem conhecer a palavra de Deus por séculos. Deste modo, milhares de pessoas nasceram, viveram e morreram mergulhadas na superstição, sem terem conhecido o plano de salvação. Jesus condenou duramente tal prática (Mateus 15:3 e Marcos 7:3-13).

A Bíblia responde:

Nada acrescentareis à palavra que vos mando, nem diminuirei dela, para que guardeis os mandamentos do Senhor vosso Deus, que eu vou mando. (Deuteronômio 4:2) .
À Lei e ao testemunho! Se eles não falarem nada segundo esta palavra, nunca verão a alva" Isaías 8:20
Toda escritura é divinamente inspirada e proveitosa para ensinar, para redarguir, para corrigir, para instruir em justiça 2 Timóteo 3:16
Vocês anularam a palavra de Deus, por meio da tradição que vocês mesmos transmitiram. E fazem muitas coisas estas Marcos 7:13

Graça Maior - Édino Melo, . Disponível em: http://gracamaior.com.br/estudos/ibsd-x-catolica/117-respostas-biblicas-para-o-catolicismo/igreja-catolica-e-a-biblia/240-sobre-a-tradicao-da-igreja-ter-o-mesmo-peso-que-a-escrituras-sagradas.html. Acesso em 29 Maio 2017.