Graça Maior - Verdades Bíblicas

Caso você sentir o desejo de colaborar entre em contato

Faça parte de nossa equipe

Home Estudos Adventistas do Sétimo Dia Principais Diferenças Entre Batistas e Adventistas do Sétimo Dia

Quarta23 Abril 2014

"Texto fora do contexto é pretexto para heresias", portanto leia sempre o contexto e nunca baseie uma doutrina num texto isolado.

Principais Diferenças Entre Batistas e Adventistas do Sétimo Dia

Batistas do Sétimo Dia x Adventistas do Sétimo Dia

Este trabalho tem o objetivo de esclarecer apenas algumas diferenças que existem entre os Batistas do Sétimo dia e os Adventistas do sétimo dia, principalmente no tocante as interpretações das profecias de Daniel e apocalipse.

OS BATISTAS DO SÉTIMO DIA Crêem que a Bíblia e a única fonte escrita inspirada por Deus. Única regra de fé e disciplina da igreja cristã. Fora das escrituras sagradas não existem revelação escrita que tenha inspiração Divina. Gálatas. 1: 8,9 , Salmos 119:105 João 17:17 e Provérbios 30:5-6.

OS ADVENTISTAS DO SÉTIMO DIA Crêem que a Bíblia e os escritos de Ellen G. White são inspirados por Deus. Ambos são luz e verdade inspiradas por Deus.Ver item 01 e 19 das crenças fundamentais da IASD. Manual da Igreja, págs. 32 e 37.

 

OS BATISTAS DO SÉTIMO DIA Crêem na inspiração verbal das escrituras Sagradas. Deus é o autor e condutor do texto Bíblico. Os profetas de Deus falaram movidos pelo Espírito Santo unicamente. Os Profetas não utilizaram outras fontes escritas para escreverem a Palavra de Deus. Não plagiaram escritos já existentes. Gálatas 1 12, 2 Samuel 23 2 ; 2 Pedro 1:21; Isaías 59:21; 1 Coríntios 2:12-13.

OS ADVENTISTAS DO SÉTIMO DIA Crêem que os profetas de Deus usaram outras fontes além da inspiração e da revelação Divina. Não aceitam a inspiração verbal da Bíblia. VEDE: Ministério Adventista janeiro e fevereiro de 1982.

 

OS BATISTAS DO SÉTIMO DIA crêem que a Igreja de Deus, que ama a Jesus e guarda os Mandamentos de Deus. Apocalipse.12:1,2 ,5,6,13-17: 14:12, foi fundada por Cristo em Jerusalém Lucas.24:47; Atos dos Apóstolos 1:8 e que os Cristãos primitivos, liderados pelos apóstolos Efésios 2:19-20 continuaram fiéis aos ensinos de Jesus. A Igreja cristã, foi e será perseguida, mas nunca irá apostatar dos ensinos de Jesus. Sempre houve lideres em meio a Igreja que saíram da fé Cristã, dando origem às várias ramificações hoje existentes. Mas a Igreja nunca caiu e nunca cairá. Mateus 16 18.

OS ADVENTISTAS DO SÉTIMO DIA crêem que surgiram no tempo do fim, porque assim estava profetizado. Vieram restaurar a Igreja, pois o Cristianismo havia se corrompido totalmente. Crêem serem a única Igreja verdadeira neste mundo e que as demais foram rejeitadas por Deus após o ano de 1.844. VEDE - O Grande Conflito, págs. 453,454 e 609 a 617. História de Nossa Igreja, págs. 99 a 103.

 

OS BATISTAS DO SÉTIMO DIA. Crêem que Jesus morreu no Dia da Páscoa. João 19:14 que era comemorado a tardinha, no final do dia. Êxodo. 13:4 Deuteronomio. 16: 1 , Números 9:3-5. No Dia 14 do primeiro mês Abib ou Nisam do calendário Judaico era a páscoa e no dia seguinte,o dia 15 era um grande Sábado Cerimonial, pois começava a festa dos pães ásmos. A festa dos pães ásmos era comemorada durante sete dias . O primeiro e o último dia da festa sempre era um (sábado cerimonial) João 19:31. Sendo que desta forma a morte de Cristo aconteceu em uma quarta feira e o Senhor Jesus esteve durante três dias e três noites completos, dias de 24 horas, que começam e terminam ao por do sol. Gênesis 1:5 14, João 11:9-10 e que foi morto ao por do sol de quarta feira e que ressuscitou ao por do sol do Sábado conforme Mateus. 28:1, cumprindo desta forma com sua profecia de estar três dias completos no seio da terra. Mateus 123:8-40, Oséias 6:1-2. Jesus como o Cordeiro pascoal deveria morrer e ressuscitar conforme as escrituras I Coríntios. 5:7; 15:3, 4.

OS ADVENTISTAS DO SÉTIMO DIA. Crêem que Jesus morreu em uma sexta feira ao por do sol e que ressuscitou no amanhecer do primeiro dia da semana passando três dias incompletos na sepultura. VEDE - O Desejado de Todas as Nações capítulo sobre a Ressurreição.

 

OS BATISTAS DO SÉTIMO DIA Crêem que o texto de Daniel 8:14 fala de 2300 sacrifícios que eram feitos continuamente no Santuário Judeu. Números 28:3. O sistema dia-ano não se aplica neste texto, pois o contexto não permite. O texto não esta falando de dias e sim de sacrifícios da tarde e Sacrifícios da manhã. Pois sabemos que eram efetuados dois sacrifícios por dia (literal) um pela manhã e outro pela tarde Crêem que o Santuário ali mencionado não é o celestial, pois no céu não entra contaminação Apocalipse. 21: 27 e que o chifre pequeno de Daniel 8:9-26 que profanou o Santuário Judeu proibindo o Sacrifício contínuo em número de 2.300, refere-se a Antíoco Epiphanes (IV) ,que invadiu a Judéia e que proibiu o culto Judaico em todas as formas, vindo a substituir o ritual Judaico por rituais e sacerdotes pagãos. Crêem no sacrifício total e vicário de Jesus. A expiação foi completa na cruz. Crêem que após a sua ressurreição Jesus entrou no Santíssimo do Santuário Celestial. Hebreus 5:7-10; 6:19 -20 ; 10:12,19,20 , dando ao homem que crê uma expiação plena e completa Efésios. 1:3 , João 19:30; Isaías 535-12.

OS ADVENTISTAS DO SÉTIMO DIA. Crêem que Daniel 8:14 refere-se a dias anos dando um total de 2.300 anos literais. Sem base bíblica para tal afirmação. Eles pegam o ano de 457 antes de Cristo, que supostamente foi o ano em que saiu a ordem para a reconstrução dos muros de Jerusalém e adicionam os forçados 2300 anos de Daniel 8:14, que segundo Eles são anos, para chegar ao ano de l.844. Ano em que surgiu a denominação. Só que na realidade a denominação já existia bem antes, porém não com o nome de Adventistas do sétimo dia. Pois bem depois de seu surgimento é que eles aprenderam a guardar o Santo Sábado com os Batistas do Sétimo Dia. Absurdamente eles crêem que quando Jesus ressuscitou dos mortos entrou apenas no lugar Santo e somente a partir de 1.844 é que passou do Santo para o Santíssimo para então começar a fazer a expiação pelos pecados.
VEDE - Crenças fundamentais da IADS item 13 e 14 Manual da Igreja pág. 35. O Grande Conflito no mesmo assunto.

 

OS BATISTAS DO SÉTIMO DIA Ensinam que o Espírito de Profecia é o testemunho de Jesus Apocalipse 19 10, e o testemunho de Jesus é a Bíblia Sagrada João 5:39 e 2 Pedro 1:19-20.

OS ADVENTISTAS DO SÉTIMO DIA. Ensinam que a verdadeira Igreja tem que possuir o espírito de profecia que segundo eles são os livros escritos pela Sra. Ellen G. White. Uma das fundadoras da IASD – Segue-me págs. 15-17.

 

OS BATISTAS DO SÉTIMO DIA Ensinam que quem deve guiar os cristãos é o Espírito Santo. João 16 13 e não os livros escritos por uma mulher norte Americana. 1 Coríntios 14:34-35 e II Timóteo. 4:3,4.

OS ADVENTISTAS DO SÉTIMO DIA Ensinam que os livros escritos pela Sra. White são uma luz menor (óculos de aumento) para guiar a luz maior (Bíblia). Crede Em Seus Profetas, pág. 77. Caro Leitor, Esta idéia seria o mesmo que você acender uma vela em pleno meio dia em um lugar onde já tens a luz do sol com todo o seu resplendor. A Bíblia é a única luz que precisamos.

 

OS BATISTAS DO SÉTIMO DIA Ensinam que a obra de nosso Senhor Jesus Cristo foi Completa e Eterna. Hebreus 1:3 e 9:12, 28.

OS ADVENTISTAS DO SÉTIMO DIA. Ensinam que a obra redentora de Jesus Cristo na cruz foi INCOMPLETA, vindo a completar-se somente no ano de 1.844 – Grande Conflito págs. 420, 421.

 

OS BATISTAS DO SÉTIMO DIA. Ensinam que além de fazer expiação na cruz, Ele obteve Eterna Redenção. Isaías 535 João. 19:30, Colossenses 1:13-22 e Hebreus 9:12.

OS ADVENTISTAS DO SÉTIMO DIA. Ensinam que Jesus Cristo não fez expiação na cruz pelos nossos pecados – Em Definição da Doutrina pág. 12.

 

OS BATISTAS DO SÉTIMO DIA. Ensinam que Jesus Cristo assumiu a forma humana com toda certeza de que três dias e três noites após a sua morte Ressuscitaria vitorioso. Isaías 53 10,11 , Mateus 12:38-40 , 26:24.

OS ADVENTISTAS DO SÉTIMO DIA. Ensinam que Jesus após a sua ressurreição estava INSEGURO, pois ele não tinha a certeza de que seu sacrifício havia sido perfeito. Vida de Jesus Pág. 204.

 

OS BATISTAS DO SÉTIMO DIA. Ensinam que o dia da volta de Jesus não foi revelado a ninguém. Nem o filho de Deus sabia. Mateus 24 36.

OS ADVENTISTAS DO SÉTIMO DIA. Ensinam que Deus disse a profetiza Ellen G. White o dia e a hora da vinda de Jesus. Vida e Ensinos pág. 58.

 

OS BATISTAS DO SÉTIMO DIA. Ensinam que os 144.000 são ISRAELITAS, ou seja 12.000 de cada tribo de Israel. Apocalipse 7:4. Quanto ao povo Gentio, foi visto uma grande multidão e não apenas 144.000. Apocalipse 7:9-14.

OS ADVENTISTAS DO SÉTIMO DIA. Ensinam que os 144.000 citados em Apocalipse 7:4 são eles. Vida e Ensinos Pág. 58 e 59. Vale a pena lembrar, que os Adventistas em todo o mundo já são bem mais que 144.000. Vai se perder muita Gente no meio Adventista.

 

OS BATISTAS DO SÉTIMO DIA. Ensinam que os verdadeiros crentes em Cristo Jesus, não serão julgados. João 3 18 , 5:24 e Romanos 8:1.

OS ADVENTISTAS DO SÉTIMO DIA. Ensinam que todos os cristãos serão julgados e que Jesus está fazendo uma INVESTIGAÇÃO, a Que eles chamam de juízo investigativo sobre os Cristãos. Grande Conflito. Pág. 421.

 

OS BATISTAS DO SÉTIMO DIA. Ensinam que a igreja de Jesus Cristo nasceu em Jerusalém. Lucas 24 47, Atos dos Apóstolos 1:8. Tendo como fundador o próprio Senhor Jesus Cristo.Mateus 1618, e que esta Igreja nunca iria cair ou deixar de existir. Mateus 28:20. A história prova a existência de um povo zeloso e obediente a Deus, os quais sobreviveram através dos séculos como remanescentes da Igreja de Cristo. Nossa Época a Luz da Profecia. Págs. 173 a 181 e Apocalipse 12 17.

OS ADVENTISTAS DO SÉTIMO DIA. Ensinam que a verdade havia caído por terra, e no ano de 1.844, nos Estados Unidos da América, Deus chamou um povo para RESTAURAR A VERDADE, Sendo estes os fundadores da organização Adventista. Grande Conflito. Págs.453, 454, 609 a 617.

 

OS BATISTAS DO SÉTIMO DIA. Ensinam que não houve profanação no Céu, pois lá é lugar Santíssimo e não entra pecado, muito menos alguém para profanar o Santuário. Isaías 33 14, João 3 13. Note que o profanador saiu do reino da Grécia, logo após o reinado dos quatros generais. Daniel. 8: 8,9,21-23.No verso 23 diz que é um rei e não um poder. A história prova qual foi o rei que profanou o Santuário de Jerusalém. Antíoco Epipfane (IV), CONFERIR:

A Bíblia tinha Razão. Pág. 279
História Universal de Cesare Cantú, vol. IV, Pág. 44.
Dicionário da Bíblia de John Davis, Pág. 40.
História do Mundo Bíblico, Pág. 110.
I Macabeus. 1: 43-65 e 4:36-59.
História dos Hebreus, de Flavio Josefo, vol.III, Pág. 302, Vol, IV, Pág. 34.
Seja Feita a Tua Vontade, Pág. 69.
História Geral da Bíblia, Pág.225.


OS ADVENTISTAS DO SÉTIMO DIA. Explicam que a passagem de Daniel 8:9-25, dizendo que foi profanado o Santuário no Céu e que Jesus foi fazer a purificação. Grande Conflito, Pág. 420. NOTA: Dizem que os 2.300, sacrifícios da Tarde e da Manhã, de Daniel 8:13-14, são 2.300 anos porque segundo eles são dias proféticos e que se cumpriu em 1.844. Tentam explicar que os 2.300 anos começaram no ano 457 a.C. Que foi o ano em que saio a ordem para a reconstrução dos muros de Jerusalém.Eles pegam 2.300 diminuem os 457 que é exatamente 1.844. Na realidade é uma data arbitraria, pois o texto de Daniel é muito claro, está se referindo a 2.300 sacrifícios da tarde e da manhã, período em que o templo foi profanado por Antíoco Epifanes (IV). Que corresponde a 1.150 dias literais.
Perguntamos aos membros desta organização.

  1. Quem profanou o Santuário no Céu em 457a.c
  2. Qual é o verso Bíblico que apresenta Jesus Cristo com o purificador do Santuário no Céu entre os anos de 457a 1.844
  3. Onde se baseiam para dizerem que Cristo passou do lugar Santo para o Santíssimo em 1.844.Na minha Bíblia diz que ele quando foi assunto ao céu ,foi imediatamente para a destra de Deus no Santíssimo.Hebreus 1:3 , 6:19-20 , e 9:12.

 

OS BATISTAS DO SÉTIMO DIA. Ensinam que Deus não faria coisa alguma sem primeiro revelar os seus segredos aos seus servos os profetas. Amós 3:7.

OS ADVENTISTAS DO SÉTIMO DIA. Ensinam que Deus OCULTOU um erro no computo dos períodos proféticos. Grande Conflito. Pág.373. Na realidade esta desculpa esfarrapada é só para justificar a falsa marcação da data da volta de Jesus em 22-10-1.844, e a remarcação para o próximo ano em 1.845, pelos fundadores desta organização. Fundadores da Mensagem. Pág. 125.

 

OS BATISTAS DO SÉTIMO DIA, estão plenamente cônscios de que os seus corpos são templo do Espírito Santo e que é, portanto , o seu dever mante-los puros e saudáveis. 1 Coríntios 3 16,17, 6:19,20. Eles sempre tem perseverado na temperança cristã, insistindo fortemente a que seus membros abstenham-se do fumo e de bebidas fortes. Mas eles nunca acharam certo proibir ou desaconselhar o uso de qualquer tipo de carnes, chá ou café, embora haja alguns que resolvam abster-se por conta própria ou em consideração aos irmãos fracos. Romanos.14:1-23, I Coríntios. 8:8-13, Marcos 7:15-23, Mateus. 15: 11,17-18, I Timóteo. 4:1-5, e Hebreus.13:9.

OS ADVENTISTAS DO SÉTIMO DIA. Ensinam que as proibições do código mosaico, constantes de ordenanças contra o uso de carnes imundas, aplicam-se ainda com o mesmo vigor, nos dias de hoje ao povo de Deus. Levíticos.11. Além disso, eles crêem que é mais certo e saudável abster-se do uso de qualquer tipo de carne, bem como de chá e de café. Eles evitam a convivência com os que usam fumo ou álcool. Leia nossa matéria intitulada ALIMENTOS SEGUNDO A BÍBLIA.

 

OS BATISTAS DO SÉTIMO DIA, afirmam que o véu que se rasgou de alto abaixo no momento da morte de Jesus Cristo, é o segundo véu, o que separa o lugar Santo do lugar Santíssimo, pois no momento da morte de Jesus, estava sendo invalidadas todas as cerimônias religiosas no tabernáculo. Todos os rituais judaicos encerraram-se na morte de Cristo. O véu que se rasgou foi o mesmo onde era aspergido o sangue dos animais que eram imolados.

OS ADVENTISTAS DO SÉTIMO DIA, tentam afirmar que o véu que se rasgou de auto abaixo é o primeiro véu, ou seja o véu de entrada do tabernáculo.Isto chama-se uma grande heresia. Infelizmente eles não podem confessar que o véu que se rasgou é o segundo véu, o que separava o Santo do Santíssimo, pois confessar esta verdade, significa para eles lançar por terra toda a doutrina no tocante ao JUIZO INVESTIGATIVO, ensinados somente pelos donos da verdade os adventistas do sétimo dia.

 

OS BATISTAS DO SÉTIMO DIA, afirmam que o bode emissário de Levíticos 16:5-10 representava o próprio Jesus Cristo, pois o serviço de expiação pelos pecados só pode ter sido feito por Jesus. Todos os rituais do antigo conserto apontavam para Jesus. Não há salvação em nenhum outro nome.

OS ADVENTISTAS DO SÉTIMO DIA, afirmam que o Bode emissário de Levíticos 16:5-10 é satanás e que faria expiação pelos seus pecados e dos outros. Este absurdo doutrinário é o mesmo que dizer que satanás se arrependerá de seus pecados e uma vez feito a expiação, também vai se salvar, contrariando assim as escrituras que afirma, que satanás será lançado no lago de fogo juntamente com os homens ímpios. De todas as heresias ensinadas pelos adventistas, esta me parece ser a mais absurda, pois concede a satanás uma promoção de ajudante de Cristo na tarefa de salvação. Cristo sozinho não foi capaz de fazer uma obra completa da redenção dos pecadores. Satanás passa a ser co-participante de Cristo na obra de expiação dos pecados. Estudos Bíblicos para o Lar, primeira edição em 1966 traduzido para o português por Rafael de Azambuja Butler.

 

OS BATISTAS DO SÉTIMO DIA ensinam e ministram a santa ceia como Jesus ensinou com pão sem fermento, representando o corpo de Cristo e com vinho tinto de boa qualidade, representando o sangue de Cristo.
Os Batistas do Sétimo Dia ensinam, assim como Paulo, que beber vinho moderadamente não é pecado (I Timóteo.5:23), o crente não pode é se embriagar, Efésios 5:18. O próprio Jesus bebia vinho, ver Lucas 7:34. É evidente que tudo que exceder os limites é prejudicial, portanto, é pecado. Temos que ter temperança, domínio próprio (um dos frutos do Espírito Santo) em tudo o que fizermos.
OS BATISTAS DO SÉTIMO DIA,ensinam também que o batismo é um só, por imersão. No momento em que você creu em Jesus, como o seu salvador pessoal, você deve ser batizado por imersão, demonstrando assim ao mundo que você creu no sacrifício de Cristo na cruz do calvário. O batismo não serve para perdoar pecados de ninguém, mas sim é para testemunhar a todos que você creu no evangelho de Jesus Cristo.

OS ADVENTISTAS DO SÉTIMO DIA crêem que é pecado tomar vinho mesmo moderadamente, por isso ministram a ceia do Senhor com suco de uva, mesmo sem base bíblica para tal prática, só por que Ellem G. White assim determinou. Sabemos muito bem que o vinho simboliza o sangue de Jesus e não o suco de uva.
Os adventistas ensinam ainda que o batismo serve para perdoar pecados. Assim sendo eles batizam as pessoas quantas vezes elas acharem necessárias. As pessoas quando praticam algum pecado voltam a ser batizadas. Os adventistas ministram batismo de crianças com nove anos de idade. Sabe-se muito bem que uma criança com apenas nove anos, ainda não é apta a decidir por seus atos. É exatamente por isso que há muita reincidência de batismos.

Graça Maior - Compromisso com a verdade

Colabore com o Graça Maior:

  • Enviando perguntas, dúvidas, comentários e dicas para melhorarmos;
  • Colocando um link do Graça Maior no seu site ou fóruns que participa, isso fará com que este site seja mais conhecido;
  • Se você tiver alguma matéria que acha que seria interessante colocar neste site, não hesite em nos enviar, assim que avaliado e aprovado colocaremos on-line e daremos todo o credito para você;
  • Caso queira colaborar com estas ou outras maneiras, envie ume email;