17 Não cuideis que vim destruir a lei ou os profetas: não vim ab-rogar, mas cumprir. 18 Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, nem um jota ou um til se omitirá da lei, sem que tudo seja cumprido. 19 Qualquer, pois, que violar um destes mandamentos, por menor que seja, e assim ensinar aos homens, será chamado o menor no reino dos céus; aquele, porém, que os cumprir e ensinar será chamado grande no reino dos céus. 20 Porque vos digo que, se a vossa justiça não exceder a dos escribas e fariseus, de modo nenhum entrareis no reino dos céus.

Os escribas e fariseus eram rígidos na prática da lei. No dia de sábado, por exemplo, não se podia cuspir no chão ou andar mais que alguns metros. Sendo assim, Paulo poderia ter orientado: “Pois eu digo que, se o vosso cumprimento à lei não for maior que a dos escribas e fariseus, de modo algum entrareis no reino dos céus”. Entretanto, as leis dos fariseus e escribas eram excessivas e desnecessárias. Por isso, Paulo nos orientou que para herdar o reino dos céus é preciso abundar na prática da justiça. Por outro lado, os versos lidos, não eliminam a prática da lei, mas afirmam que aquele que cumprir e ensinar a lei, esse será grande no reino dos céus.
Graça Maior - Juliano Mainardes Waiga, . Disponível em: http://gracamaior.com.br/devocional/1193-a-lei-a-carne-e-o-espirito-quinta-feira.html. Acesso em 29 Maio 2017.