Porque se nós, sendo inimigos, fomos reconciliados com Deus pela morte de seu Filho, muito mais, tendo sido já reconciliados, seremos salvos pela sua vida.

 

O amor de Deus nos constrange, pois Ele nos entregou o seu Filho quando ainda estávamos no reino das trevas, sem termos qualquer entendimento do que era Deus. Jesus morreu por nós e nos deu o livre arbítrio para escolhermos aceitar ou rejeitar o Seu sacrifício. Se apenas uma pessoa aceitasse o seu sacrifício, mesmo assim Ele o teria feito. É um amor incondicional o qual não fizemos nada para recebê-lo. O que humanamente mais se compara a este amor é o amor entre os pais e filhos. Mesmo que todos digam que aquele filho não vale nada, os pais conseguem enxergar virtude nele e continuam a incentivá-lo a mudar e a se reerguer. O nosso Pai celestial nunca desiste de nós e sempre nos dá uma nova oportunidade, o que precisamos fazer é apenas aceitar este tão grande amor.

 

 

Graça Maior - Daisy Moitinho, . Disponível em: http://gracamaior.com.br/devocional/1176-as-bencaos-da-justificacao-sabado.html. Acesso em 25 Maio 2017.